11 setembro 2013

Keima é absolvido no 'caso Edigleuson'




Na noite de terça feira (dia 10), a Primeira Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/PR), da Federação Paranaense de Futsal, absolveu por unanimidade de votos a equipe do Keima Futsal, de Ponta Grossa, da denúncia de escalação de atleta irregular (art. 214 do CBJD) na Chave Ouro do Paranaense de Futsal.

O caso veio à tona no mês passado, quando o Jornal Diário de Guarapuava, levantou a informação de que o fixo Edigleuson teria jogado pela equipe de Ponta Grossa desde o dia 24 de abril e sua liberação internacional só foi concedida pela CBFS no dia 22 de julho deste ano.

Mas o caso seria ainda mais complexo, pois no mês abril, havia uma documentação da FPFS que liberava o jogador, atestando sua transferência do Cascavel para o Keima Futsal. O detalhe é que o documento da FPFS ignorava a passagem do atleta pelo futsal da europeu após ter deixado a equipe cascavelense (Edigleuson defendeu a equipe do Iberia Star Tbilisi, da Geórgia).

Neste meio tempo houve muita discussão nos bastidores e a denúncia formal foi apresentada ao TJD. Com isso o Keima, mesmo classificado matematicamente para os play-offs da Chave Ouro, corria o risco de, até mesmo, ser eliminado da competição. O que acabou não se concretizando, depois do julgamento desta terça feira.

Segundo o advogado do clube, Itamar Cortes, o fato do prazo para interposição de recursos sobre jogos da primeira fase ter expirado, além documentação liberatória da FPFS, foram os fatores principais que livraram o time de uma punição.

Com isso o Keima joga normalmente no próximo sábado (dia 14), em Cascavel, pela última rodada da segunda fase e aguarda a definição da classificação do grupo 'B' para conhecer seu adversário na próxima fase da competição estadual.

(Márcio Nei)