30 janeiro 2014

Com semana cheia, TCW treina visando jogo contra lanterna

Mesmo com a derrota sofrida em casa e de virada diante do Londrina no último domingo, a equipe do TCW mostrou que tem um grupo de atletas dedicados, que lutou e mostrou muita garra até o último minuto da partida. E foi nesse sentido que o técnico Paulo Foiani conversou com seus comandados no treinamento desta terça-feira à tarde no Centro de Treinamento do Jardim Coopagro.

A atividade começou com a apresentação do vídeo da partida, Foiani analisou junto com os atletas os principais momentos da equipe, tanto no ataque como na defesa. “Não é fácil trabalhar com a derrota, mas agora é levantar a moral do grupo. Eu passei o vídeo para os atletas hoje, e ficou claro que meu marcador estava próximo no lance, e foi mérito do Gilvan (Londrina), que subiu bem e fez o gol. Depois do jogo, na entrevista coletiva eu falei da bola aérea, que a gente tinha falhado, pelo ângulo que eu vi o lance, do outro lado do campo, mas não, e eu quero pedir desculpas aos meus atletas, pois o gol foi mérito deles”, explicou o treinador.

Outra questão que foi bastante conversada foi em relação às chances de gol criadas e desperdiçadas. Foram pelo menos duas no primeiro tempo e outras três no segundo. “Quando a gente tem a oportunidade do contra-ataque, a gente tem que ser mais mortal. Nesse jogo a gente teve várias oportunidades, mas não teve a felicidade de finalizar em gol”, completou Foiani.

DESTAQUES

Apesar da derrota, alguns atletas como, por exemplo, o meia Diego Luis mostrou uma evolução do seu futebol em relação às duas primeiras partidas. O jogador correu muito, se entregou na marcação, e também ajudou a equipe em várias situações na criação das jogadas. “Nessa partida eu consegui aparecer mais na armação, infelizmente não saímos com a vitória, mas agora e continuar se dedicando e trabalhando, porque domingo já temos outra batalha e temos que fazer uma boa partida para sairmos com a vitória”, analisou o meia.

Outro atleta que entrou bem teve pelo menos duas chances claras de gol, e deu trabalho a defesa do Londrina foi o atacante Tharles. “A equipe foi bem dentro de campo, mas acabamos pecando em alguns lances. Poderíamos ter matado o jogo em algumas oportunidades, mas infelizmente isso não aconteceu. A minha estreia eu achei produtiva, eu treinei só uma semana, não estava totalmente entrosado, mas achei que foi boa. Poderia ter sido melhor se eu tivesse feito o gol de cabeça no cruzamento do Maicon”, explicou.

Murici também entrou no segundo tempo no lugar de Diogo Fogliato, e deu uma maior dinâmica para a equipe. Em uma das suas jogadas ele quase marcou o que seria o segundo gol do Porco. “De modo geral nossa equipe jogou bem, poderíamos até ter saído com o resultado positivo. Eu particularmente gostei da minha atuação, consegui fazer a equipe jogar mais um pouco, gostei da minha atuação, mas fiquei triste por não ter saído com o resultado positivo na estreia dentro de casa. E por pouco não faço o gol”, declarou o volante.

O TCW agora vai ter a semana cheia para treinar, arrumar a casa, sacudir a poeira e tentar dar a volta por cima no próximo domingo (2), contra o Prudentópolis que é o lanterna da competição com apenas um ponto anotado em três jogos

Paulo Foiani observa a movimentação dos atletas durante o treino desta terça no CT

(Jornal do Oeste)