24 janeiro 2014

Exclusivo: “Não tem como não jogar esta final”, diz Felipe Zang sobre decisão da Copinha



O zagueiro santa-helenense Felipe Zang, um dos destaques do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Junior atendeu a reportagem do SHEsportes e afirmou “Não tem como não jogar esta final”. Zang, 19 anos, que está confiante quanto a sua presença na decisão contra o Santos falou ainda sobre sua boa fase e também o bom momento da equipe na competição.

Em tratamento “25 horas por dia”, como ele mesmo afirmou durante a entrevista, Zang trata o tornozelo esquerdo de uma entorse ocorrida na vitória sobre o Fluminense na semifinal, para poder jogar a grande final da Copinha. A decisão contra o Santos será às 11 horas deste sábado no Estádio Pacaembu em São Paulo.

Final essa contra o Santos que não sai da cabeça do santa-helenense. Segundo Felipe, ele não pensa em outra coisa se não parar o ataque santista que tem como destaque a promessa Neílton e o goleador Stéfano Yuri. A partida de amanhã, terá a transmissão em TV aberta da Globo e Rede Vida e em canais fechados pelo Sportv e ESPN. Confira a entrevista com o zagueiro santa-helenense Felipe Zang:

Marcos Langaro: Como você avalia o Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Junior?

Felipe Zang: A Copa São Paulo é uma competição muito importante, devido a visibilidade que ela proporciona, ainda mais com o Corinthians. Em clube grande a imprensa sempre está em cima e tem ainda a torcida, que é fanática, e daí vem sempre a cobrança. Começamos a Copinha tropeçando com o Remo (empate em 1x1) e as dúvidas surgiram. Mas crescemos no decorrer da competição, nos mostramos muito fortes e vamos com tudo buscar o título. Sabemos que é importante chegar em uma final com confiança, mas a equipe do Santos não é boba e chega invicta na competição.

Marcos Langaro: E a final?

Felipe Zang: Um grande clássico do futebol brasileiro. O Santos tem tradição nas categorias de base. No campeonato paulista também cria dificuldades para o Corinthians, mas a gente está confiante. Vamos para cima deles buscando o resultado e sabemos que não será um jogo fácil.

Marcos Langaro: Qual a avaliação de seu desempenho em campo e também como a imprensa paulista vê seu futebol?

Felipe Zang: Quanto ao desempenho sou suspeito a falar, mas sempre procuro dar o meu melhor para ajudar a equipe. Quanto a imprensa, eu não tenho muito contato e também procuro nem ter. Eles podem falar bem ou mal, depende de cada um saber filtrar. Prefiro continuar fazendo meu trabalho.

Marcos Langaro: Mas a imprensa paulista te intitulou “zagueiro artilheiro” devido aos dois gols seus na copinha.

Felipe Zang: Tenho uma boa estatura e procuro sempre que vou para a área cabecear a bola. Fui feliz em dois lances, marcando gols e ajudando o Corinthians a vencer as partidas.

Marcos Langaro: Como está a recuperação do tornozelo para jogar a final?

Felipe Zang: Tive uma torção no tornozelo esquerdo e estou tratando 25 horas por dia (risos), cuidando o tempo todo. Vamos tratar, vou fazer uma avaliação hoje (24). Mas se depender de mim eu vou estar em campo amanhã. Eu quero muito jogar. É a competição mais importante de categorias de base do Brasil. Joguei o campeonato todo e não vai ter como não disputar essa final.

Marcos Langaro: E o pai e mãe, como ficam numa hora dessas?

Felipe Zang: Eles estão sempre ligados, querendo saber de tudo. A confiança que eles me transmitem é muito boa. Sempre estiveram ao meu lado e sempre vão estar. Confio muito neles e o que eles têm para me passar é muito importante. Vou fazer de tudo para jogar para também mostrar para eles e do que sou capaz.

Marcos Langaro: E se fizer gol na final?

Felipe Zang: Se fizer gol é pai e mãe em primeiro lugar, vou mandar para eles. Sei que o pessoal de Santa Helena está torcendo por mim, então, de qualquer forma, o que eu puder fazer para reconhecer a cidade, farei.

*Os ingressos para a torcida do Corinthians estão esgotados para a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, entre Timão e Santos, marcada para sábado, às 11h, no Pacaembu. A informação foi confirmada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) por meio de uma rede social. Os bilhetes para os santistas seguem sendo comercializados.











(foto: Facebook)