28 março 2014

Se vencer a ACF, Guarapuava pode assumir liderança da Chave Ouro

Com o empate entre as equipes do Foz Cataratas e do Ciagym Maringá, na última quarta-feira, o time do Poker/Guarapuava Garden Shopping/Óleo Leve poderá terminar a segunda rodada na ponta da classificação do Campeonato Paranaense de Futsal (Chave Ouro). Para isso, o time guarapuavano terá de vencer a Associação Cascavelense de Futsal (ACF) na partida marcada para o próximo sábado (dia 29), às 20h30, no ginásio Joaquim Prestes.

Além de Guarapuava, outras três equipes poderão assumir a liderança: Cascavel, Ampére e Marreco têm três pontos ganhos e jogam em suas casas, mas as três possuem um saldo de gols inferior ao dos guarapuavanos. O Cascavel jogará nesta sexta (28) contra a Copagril, de Marechal Cândido Rondon. No sábado, o Ampére recebe o Keima, de Ponta Grossa, e o Marreco encara o Umuarama Futsal, em Francisco Beltrão.

De todos estes adversários, o do Guarapuava parece ser (pelo menos na teoria) o mais frágil. A ACF foi a última equipe da Chave Ouro a iniciar sua pré-temporada. Os treinamentos do time cascavelense começou no dia 10 de março, enquanto o Guarapuava treina desde o dia 20 de janeiro (50 dias de diferença na preparação).

O primeiro reflexo deste início tardio foi sentido no jogo de estreia da ACF. Mesmo jogando em casa, no ginásio São Cristóvão, o time sofreu uma goleada de 8x0 para o Foz Cataratas, sendo que cinco gols foram marcados na segunda etapa, quando a diferença nos condicionamentos físicos ficou mais evidente.

Contudo, a história recente mostra que é necessária muita cautela com os cascavelenses. No ano passado, a ACF arrancou um empate em 1x1 com o time de Guarapuava, com um gol marcado há três segundos do fim do jogo. A partida foi disputada no Joaquinzão e culminou com a queda do, então, técnico Brigadeiro.

Além disso, a equipe da ACF conta, em seu elenco, com jogadores 'rodados', entre eles o goleiro Diego e os jogadores de linha Sineu, Osnei e Diego Portes. Outro nome de destaque na equipe é o do experiente Aladinho, que por muitos anos foi um dos principais jogadores do Cascavel Futsal. O atleta chegou a anunciar sua aposentadoria no começo do ano, mas aceitou o convite da ACF para disputar mais uma Chave Ouro.

Para o jogo deste sábado, o técnico Rogério Correia, da ACF, não poderá contar com o jogador Roberto, que foi expulso no jogo contra o Foz Cataratas. Do lado do time de Guarapuava, o pivô André Maluko, que foi liberado nesta semana em virtude do nascimento de sua primeira filha, deverá ficar de fora. As dúvidas são os alas Simi e Alan, que ainda aguardam suas liberações para jogar o estadual. Por outro lado, Bisqui está recuperado de lesão muscular e é uma das opções para o técnico Baiano.

O torcedor pode adquirir seu ingresso até sexta-feira (dia 28) a valores promocionais: R$ 12,00 (inteiro) e R$ 6,00 (meio ingresso). No sábado, os valores serão de R$15,00 (inteiro) e R$7,00 (meio). Os bilhetes podem ser encontrados nas Farmácias Trajano (Matriz, Bonsucesso, Santa Cruz e Santa Paula), na Luke Moto Peçase na sala do CAD, no ginásio Joaquim Prestes.



(Clique Esporte)