15 abril 2014

Pensando no Ampére, Cascavel treina na ginásio da Copavel



Nesta semana, a equipe do Muffatão/Sol do Oriente/Cascavel Futsal terá novo local para seus treinamentos. Em virtude da disputa dos Jogos Escolares, na cidade de Cascavel, a equipe treinará no ginásio da Copavel. Na última sexta-feira, o elenco já tinha treinado em outro ginásio: na AABB.

O técnico Nei Victor acredita que a mudança não trará dificuldades para sua equipe: “Já sabíamos da mudança. A Secretaria de Esportes avisou com tempo. São muito importantes os Jogos Escolares. São o futuro e o futsal tem muita importância nos Jogos. Espero ver no futuro craques aparecendo. Trabalhar em outro Ginásio não muda muito. Temos de estar concentrados, trabalhar forte, que o próximo adversário é muito difícil. Sabemos e conhecemos as dificuldades, então é trabalhar a receita para o sucesso,” afirmou.

O adversário do próximo final de semana será a equipe do Ampére Futsal, no sudoeste do estado. Esta será a segunda vez que as equipes se encontrarão: no Torneio dos Campeões, disputado em Umuarama, o Cascavel venceu por 1x0. O objetivo é manter o bom desempenhos dos últimos jogos, como na vitória do último sábado, sobre o Keima, que levou os cascavelenses à vice-liderança do estadual, com nove pontos ganhos em quatro partidas disputadas.

Peça chave na vitória da última rodada, o artilheiro da Chave Ouro, Caça, acredita em mais uma partida difícil contra o Ampére: “Fizemos um bom jogo contra o Keima. Foi uma vitória suada, mas justa. Agora temos outro jogo muito difícil, fora de casa, contra um adversário com jogadores experientes no Paranaense. Já jogamos contra eles e sabemos como foi difícil vencer, mas estamos melhorando todos os dias e agora é trabalhar esta semana e preparar o jogo para conseguir os objetivos traçados.”

Sobre os quatro gols marcados contra o Keima, Caça ressaltou a importância do trabalho coletivo: “Estava num bom dia. Tento trabalhar durante a semana para marcar. É sempre bom marcar, mas isso é sempre um trabalho de equipe e só consigo com a ajuda dos meus companheiros. O importante é ganhar, independente de quem marca,” finalizou.

(Assessoria)