10 agosto 2014

Liga Futsal: Em noite inspirada de Ale Falcone, Guarapuava vence Copagril

Qual a maior glória para um goleiro? Defender um pênalti em um lance decisivo ou marcar um gol em um clássico? Pois bem, na noite deste sábado (9), Ale Falcone conseguiu fazer as duas coisas, sendo peça chave na vitória de 3x2 do Poker/Guarapuava Garden Shopping/Óleo Leve sobre a Copagril/Sempre Vida/MCR, na partida inaugural do novo piso do Joaquinzão.

Com a vitória, o Guarapuava chegou a 11 pontos na Liga Futsal e subiu para sexto lugar (melhor colocação entre as equipes paranaenses) e deixou a Copagril com apenas 7, em 13º lugar.

O jogo

O pontapé inicial da partida foi dado pelo prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, e o secretário de esportes, Celso Góes. O gesto foi uma forma de agradecimento do CAD pela nova quadra do ginásio Joaquim Prestes. De agora em diante, a equipe contará, nos jogos em casa, com uma das melhores quadras do país, com a mesma tecnologia utilizada nos jogos da NBA (Liga de Basquete Norte-Americana) e na quadra da Arena Jaraguá, em Santa Catarina.

Com a bola rolando para valer, os guarapuavanos tentaram sufocar os adversários logo nos primeiros minutos. Com maior volume de jogo, a equipe chegava fácil ao gol adversário, mas a falta de pontaria e as boas defesas do goleiro Quinzinho faziam a Copagril suportar a pressão inicial.

Para fazer valer o jargão de 'quem não faz toma', a Copagril balançou a rede na primeira chegada de perigo. Jamur perdeu a bola em um erro individual e Rafinha Muller ficou com a bola, fuzilando para o fundo das redes, aos 10 minutos.

Os guarapuavanos não se abalaram e continuaram com a mesma postura. Com maior posse de bola e chegando com perigo ao gol adversário. Neste ritmo, o gol não demorou a sair: Aos 15 minutos, Vitor acertou belo chute para empatar a partida.


O jogo seguiu movimentado, com o Guarapuava pressionando o erro do adversário, marcando forte nas saídas de bola. Mas o primeiro tempo terminou mesmo empatado em 1x1.

No segundo tempo foi a vez da Copagril se lançar ao ataque. Daniel perdeu uma grande chance: o pivô mandou de calcanhar e a bola bateu nas duas traves do time de Guarapuava, sem entrar na meta. Desta vez, o jargão do 'quem não faz toma' foi aproveitado pelos guarapuavanos. Logo após o vacilo de Daniel, André Maluko recebeu com liberdade e virou o jogo para os donos da casa: 2x1.


Com o revés, a Copagril passou a buscar mais o ataque. Por outro lado, os guarapuavanos também eram perigosos nos contragolpes. Mas na metade da segunda etapa, Vitor, do Guarapuava, e Daniel, da Copagril, se 'enroscaram' e foram expulsos. Com um jogador a menos de cada lado, o jogo ficou ainda mais emocionante, com as duas equipes lançando mão do goleiro-linha e criando várias oportunidades de mexer no marcador.

Brilha a estrela de Falcone

Passados os dois minutos com um jogador a menos, as equipes voltaram a ter cinco de cada lado. Foi quando a Copagril teve outra grande chance para marcar o segundo gol. Em lance que causou muita reclamação dos guarapuavanos, a arbitragem anotou pênalti para a Copagril. O pivô Márcio (que foi muito comentado durante a semana, depois do belíssimo gol marcado contra o Jaraguá), não estava com a mesma inspiração do começo da semana e Ale Falcone defendeu a cobrança.

Sem conseguir empatar o jogo, a Copagril voltou a jogar com Arthur na posição de goleiro-linha. A pressão intensa deixou os minutos finais dramáticos, mas, aos 17 minutos, Ale Falcone ficou com a bola e chutou de sua área para marcar o terceiro do Guarapuava e levantar os mais de 1.600 torcedores presentes no Joaquinzão.

A Copagril voltou a atacar com o goleiro-linha, mas Guarapuava suportou a pressão e só não saiu com a vitória por 3x1 por um lance de infelicidade de Ale Falcone: quando faltavam apenas dois segundos para o fim, Rafinha Müller bateu forte o escanteio, a bola bateu na perna de Ale e foi parar dentro do gol.

Apesar do gol rondonense no finalzinho, a torcida da casa comemorou a vitória por 3x2, em um grande clássico muito disputado e digno de Liga Futsal.











(Clique Esporte)

0 comentários:

Postar um comentário