26 agosto 2014

Na história do São Luiz, João Lucas afirma "a ficha ainda não caiu"

Quantos minutos é preciso para entrar para a história de um clube? O meia João Lucas precisou de 46 minutos e 20 segundos. Foi o tempo necessário para que o garoto, de apenas 19 anos, de sorriso fácil, se consagrasse. Foi obra do acaso. Fato que jamais será esquecido. Um feito de dimensão tão gigantesca, que só quem presenciou saberá. Vídeos? Fotos? Textos? Não. Nenhum poderá descrever o que aconteceu.

O cronômetro marcava 15 minutos do segundo tempo, quando o predestinado João Lucas ingressou no gramado do Estádio da Linha São Luiz. Os ventos sopravam ao seu favor. Minutos antes, o técnico do São Luiz, Lisandro, havia mandado para o jogo outro meia, Luiz Fernando, que acabou sentindo uma lesão logo ao entrar. Foi então que a estrela de João Lucas começou a brilhar.

Bastaram poucos minutos. Aos 27 da etapa final, João Lucas, pegou a bola na entrada da área, bateu com curva, morrendo no cantinho e virando o placar. Era o que precisava, mas não era o que queriam. O que todos queriam, o meia deixou para mais tarde. Somente ele sabia, mais ninguém. A tarde era mesmo de João Lucas.

O tempo extra chegou. Eram mais 30 minutos de sofrimento. Faltava fôlego para alguns. A prorrogação mal tinha começado. Havia passado apenas 1 minuto e 20 segundos. João Lucas ajeitou a bola novamente para a direita. Gabrielzinho, passava livre ao seu lado e se tocasse a redonda para o ligeirinho atacante a probabilidade de gol era maior, mas não. João Lucas estava iluminado. Decidiu tudo sozinho. Soltou a bomba. A bola, veloz, foi parar o ângulo. Para deixar o lance ainda mais plástico, a redonda bateu no travessão antes de para no fundo das redes. A emoção tomou conta. Os olhos do jovem encheram de lágrimas. Elas se derramaram ao escutar o apito final da partida. João Lucas havia entrado para a história do Esporte Clube São Luiz.

Dois dias após a final, João Lucas afirmou que a ficha ainda não caiu. Ele disse que ainda está emocionado com o que aconteceu no Estádio da Linha São Luiz. O meia ainda agradeceu a todos os companheiros que o apoiaram.

- Não tenho nem o que falar só agradecer o clube que me deu muito apoio e todos os jogadores e torcedores. Como foi a minha primeira final do amador, eu pensei comigo “essa é minha hora”. Entrei na partida para dar o máximo e acabei sendo o autor dos dois gols. Não tem emoção maior conseguir virar o jogo e dar o título tão esperado ao clube – disse.

Pela grande atuação na decisão, João Lucas foi eleito, pelo site SHEsportes, o craque do amador. O meia disse que não esperava receber a premiação.

- Eu não esperava ser eleito o craque. Ainda estou muito emocionado. Não me caiu a ficha ainda – comentou. O Clube em si é muito querido. O companheirismo é sem palavras. Só tenho mesmo a agradecer a todos – complementou.







2 comentários:

  1. eu desejo parabéns para ele pois n o conheço mais pelo o que diz a noticia é um excelente jogar parabens por tudo q voc ta ganhando é uma coisa especial q muitos sonham por aii então volerize PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  2. Piada esse campeonato de santa helena ,bando de frustrados do esporte tirando os mais velhos o resto é um bando de perna de pau kkkk

    ResponderExcluir