09 outubro 2014

“O voleibol está tomando corpo em Santa Helena”, afirma Caroline da Silva

O voleibol santa-helenense está tomando corpo em Santa Helena. Com essa frase, a técnica Caroline da Silva, classificou o momento vivido pela modalidade no município. Os números são favoráveis. Neste ano, nos Jogos da Juventude em Missal, Santa Helena foi eliminada nas quartas de finais para Toledo, mas as meninas saíram de quadra sob aplausos da torcida. Nos Jogos Abertos, a equipe ficou com a segunda colocação, perdendo a grande final para Marechal Cândido Rondon.

Esses resultados foram com equipes femininas, mas o fator mais positivo foi o resgate da equipe masculina de voleibol. Santa Helena voltou a ter uma equipe masculina depois de muitos anos. Caroline da Silva ressaltou que foi válido trazer novamente a equipe, mesmo que com tantas dificuldades, principalmente com relação aos horários dos treinos e compromisso dos atletas.

As categorias de base vêm recebendo uma atenção especial. Hoje, conforme a treinadora, não há folga. Meninos e meninas de 08 aos 14 anos participam das atividades. Além disso, há o juvenil e adulto, que envolvem as seleções municipais que disputam o Juventude e Abertos. Segundo Caroline da Silva, as equipes estão passando por um processo de renovação.

- Em 2015 o objetivo será trabalhar somente com categorias de base e a equipe que representa Santa Helena nos Jogos da Juventude. O elenco será todo reformulado e contará com meninas muito novas, que, com o passar dos anos, terão experiência para quem sabe voltar à equipe adulta – comentou.

Treinar crianças, principalmente o voleibol, requer dedicação redobrada. De acordo com a profissional, a modalidade é difícil, pois exige um trabalho de fundamentação muito forte. Caroline ressaltou que os resultados obtidos até aqui no voleibol santa-helenense tem agradado. Ela ainda disse que não é de uma hora para a outra que as crianças começarão a jogar, pois precisa, acima de tudo, de dedicação.

- O voleibol é uma modalidade difícil de trabalhar. A fundamentação é muito importante no trabalho de base de um atleta de voleibol, que não aprende da noite pro dia jogar. É preciso anos de dedicação, treinamentos e principalmente disciplina. O trabalho é de longo prazo. Em apenas 1 ano e meio estou feliz com os resultados. Não podemos deixar esse trabalho se perder para que futuramente Santa Helena seja bem representada nas competições, tanto no feminino quanto no masculino – afirmou.

Caroline da Silva também está organizando o Campeonato Municipal de Voleibol. Neste sábado acontece a primeira rodada, a partir das 19 horas no Ginásio de Esportes Luis Eggers Filho do Bairro São Luis. Segundo a treinadora, a competição surgiu devido ao grande número de adeptos ao esporte no município e para que tenham uma oportunidade de disputar uma competição.

- Em 2013, o campeonato foi um sucesso e também uma surpresa porque mesmo após o campeonato as pessoas ainda comentavam e perguntavam quando sairia o próximo.  Esse ano terá a participação de 7 equipes femininas, chave única. As equipes estão mais preparadas e competitivas e bastante empolgadas para o inicio, acredito que ocorrerá tranquilamente e será mais um sucesso.



1 comentários: