01 dezembro 2014

Futebol: Santa Helena vence Toledo nos pênaltis e é campeão da Copa Regional

A seleção santa-helenense de futebol sub-17 conquistou, de forma heróica, o título da Copa Marechal de Futebol Regional. No último sábado, a equipe comandada por Pedro Mateus, venceu a forte equipe de Toledo nas penalidades. Esse foi o primeiro título de Pedrinho à frente das seleções de base do município. Antes o técnico havia ficado com o segundo lugar em duas oportunidades: nos Jogos da Juventude e Jogos Abertos de 2013. Na categoria sub-15, Santa Helena acabou perdeu por 3x1 para Palotina e ficou na quarta colocação.

Santa Helena saiu na frente com o zagueiro Agnes. Barboza levantou a bola na área e o defensor santa-helenense subiu mais que todo mundo e cabeceou firme para o fundo das redes. Toledo empatou 7 minutos depois. Santa Helena voltou a ficar na frente do placar com Tição. O atacante chutou de fora da área, a bola pegou no zagueiro toledano e enganou o goleiro, 2x1. Na reta final do jogo Toledo empatou novamente e levou a decisão para a marca da cal.

Nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro Pietro. O arqueiro foi ‘do inferno ao céu’ em poucos minutos. Ele e o atacante Cabelo desperdiçaram suas cobranças, mas Pietro se redimiu, agarrou as outras três penalidades e saiu como herói da inédita conquista santa-helenense. Em Santa Helena, os meninos desfilaram na Avenida Brasil aos gritos de ‘é campeão’.

Números

No Sub-15, foram realizadas 46 partidas, com 33 vitórias e 13 empates. 147 gols foram marcados, média de mais de 3 por partida. O ataque mais positivo foi Mercedes, com 33 gols, e a defesa menos vazada foi a de Toledo, com 13 gols. Inácio Kratz, de Mercedes, foi o artilheiro, com 25 gols. 

Pelo sub-17, em 46 partidas (33 vitórias e 13 empates), 155 gols foram marcados, média de 3,36 por partida. Santa Helena teve o ataque mais positivo, com 42 gols, e Toledo, com apenas 9 gols sofridos, ficou com a melhor defesa. Vinicius Madsen (Santa Helena) e Wellinton Senhen (Itaipulândia) dividiram a artilharia, com 10 gols cada.





(Olho na Bola/Aqui Agora)

0 comentários:

Postar um comentário