02 setembro 2013

Livre: ‘terceiro jogo’ termina em confusão restando 25 minutos para o final

O que todo mundo esperava aconteceu: o terceiro jogo da semifinal do Campeonato de Futebol Amador de Santa Helena terminou, sim, em confusão. O duelo entre Nacional e Água Verde, acabou antes dos 90 minutos e foi até os 20 minutos do segundo tempo, quando restava ainda 25 minutos, mais acréscimos.

O tumulto aconteceu após dois lances polêmicos. No primeiro, o juiz escalado para a partida, que é de Marechal Candido Rondon, anulou o gol do Nacional. Após uma bola levantada para a área, Ronaldo empurrou para as redes, mas o arbitro viu falta do atacante do Nacional no lance.

Após a falta ser cobrada, o juiz novamente marcou infração contra o Nacional, na sequência do lance, quando o arbitro já havia apitado a falta, o volante Lucas Fiote chegou forte em uma dividida, sendo expulso direto, o que causou revolta de toda equipe grená.

Após o cartão vermelho ser mostrado, os atletas do Nacional cercaram o arbitro da partida. Jogadores e treinador do banco de reserva invadiram o gramado e a confusão se armou. Os dois policiais militares, que estavam de plantão na partida, conseguiram acalmar os ânimos dos atletas envolvidos.

Os torcedores do clube de Sub-Sede, revoltados atiraram garrafas e latas de cerveja para o gramado. Logo, um torcedor pulou a grade de proteção e também invadiu o campo para retirar os objetos.


O arbitro da partida decidiu não continuar a partida e encerrou aos 20 minutos do segundo tempo, com o placar final em 1x1. Como o jogo não teve seus 75% realizado, a decisão agora ficará a cargo da Comissão de Ética do Departamento de Esportes e Lazer de Santa Helena. Duas opções de decisão estão mais evidentes: a primeira é dar o título ao Celeste e a segunda é jogar os 25 minutos restantes da partida em outra data, mas agora com os ânimos mais calmos.