05 setembro 2013

Marreco vence em Cascavel e se aproxima da classificação



O Cresol/Marreco Futsal deu um passo importante na noite desta quarta-feira, dia 4, em Cascavel. Jogando contra o ACF (Associação Cascavelense de Futsal), a equipe beltronense venceu por 4 a 1 e se aproximou da classificação para as quartas de final da Série Ouro. Sem ter muita folga, os beltronenses jogam sexta-feira em Maringá, num jogo atrasado da segunda fase. Depois, no dia 14 de setembro, o Cresol/Marreco Futsal fecha a segunda fase com o Clássico das Penas no ginásio Arrudão.

Contra o ACF, os gols foram marcados por Tato, Gaúcho (2) e Barbosa. O time da casa descontou com o pivô Sineu. O técnico Fabinho Gomes enalteceu a vitória diante do ACF, que é o lanterna do grupo B. “Embora seja um time sem chances de classificação, tratava-se de um jogo muito difícil, por ser uma partida fora de casa. Outras equipes tropeçaram aqui e a gente sabia que não poderia cometer esse erro”, avalia.

Essa foi a segunda vitória do time beltronense fora de casa na competição. Antes disso, houve apenas a vitória contra o Pato Branco. O Cresol/Marreco Futsal não faz uma boa campanha longe de seus domínios, embora tenha sido mais respeitado após a chegada de Fabinho Gomes. Agora a equipe soma 14 pontos e assume a segunda colocação do grupo B, que está bastante equilibrado. Mas para o jogo contra o Maringá, sexta-feira, às 20h30, no ginásio Chico Neto, o time joga desfalcado dos alas Jean Neguinho e Tato e do fixo Deílton, que levaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos. O goleiro Emerson saiu machucado e também será poupado. Em compensação, haverá a volta do ala Jé, que foi expulso contra o Umuarama.

Ingressos à venda para o clássico

A partir deste sábado, estarão à venda os ingressos para o clássico contra o Pato Branco, no dia 14 de setembro. A expectativa é de um grande público para o Clássico das Penas. Os primeiros mil ingressos serão vendidos a R$ 10,00. Depois disso, o valor do bilhete sobe para R$ 15,00. A diretoria espera fazer a maior renda da história do futsal beltronense nesta partida, que vale a classificação para o mata-mata.

(Adolfo Pegoraro)