02 outubro 2013

MT aponta irregularidades em obras na Arena da Baixada

O Grupo Móvel de Auditoria de Condições de Trabalho em Obras de Infraestrutura, subordinado ao Ministério do Trabalho, registrou mais de 200 autos de infração durante fiscalização as obras da Arena da Baixada entre os dias 16 e 27 de setembro.

Essa não foi a primeira vez que irregularidades são encontradas nas obras. A primeira vez foi em julho e estava relacionada a uma série de medidas de segurança, em agosto a questão era relacionada com intervalos inadequados entre as jornadas de trabalho e agora, entre os problemas encontrados estão a falta proteções coletivas para evitar o risco de quedas, andaimes sem piso completo e instalações elétricas sem condições de segurança.

A interdição da obra já havia sido pedida pela Associação dos Auditores Fiscais do Paraná, mas não foi acatada pelo superintendente regional do Trabalho, Neivo Beraldin, segundo ele 80% dos problemas apresentados no relatório foram resolvidos 24 horas após apresentação da situação as empresas contratadas para realizar as obras e a CAP S/A que gerencia as reformas no estádio.

Mesmo descartando a interdição do local, o Atlético foi multado por causa das irregularidades. O valor não foi divulgado.





(Catve)