15 novembro 2013

Campo Mourão promete maior estrutura em 2014



A Diretoria da Associação Campo Mourão Futsal (ACMF), realizou na última semana um evento festivo, onde apresentou para a comunidade esportiva e autoridades municipais, bem como patrocinadores e apoiadores da equipe, um demonstrativo de tudo aquilo que aconteceu no ano de 2013, o primeiro ano do futsal mourãoense com sob o comando da mesma.

Fatos

No início do ano, visando “novos tempos” na modalidade, a ACMF assumiu o comando da equipe masculina adulta de futsal da cidade, já com intuito de formar um grupo “forte” para o Campeonato Paranaense de Futsal – Chave Ouro 2013.

Liderada pelo advogado Miguel Pedro Abudi Junior, a diretoria foi composta por diversas lideranças da modalidade, entre elas o vice-presidente Paulo Henrique Zagotto Godoy, o Paulinho, que por muitos anos foi ídolo da cidade nesta modalidade.

Com o apoio do Município de Campo Mourão e da Fundação de Esportes (Fecam), e com o patrocínio de algumas empresas, vieram as contratações para a temporada, e um novo elenco estava formado, pronto para as disputas que viriam durante o ano.

No Campeonato Paranaense de Futsal – Chave Ouro, já se percebia uma filosofia diferente, com uma busca de objetivos constante por parte dos atletas, comissão técnica e diretoria. As quartas de final foram alcançadas, o que não acontecia desde que o Campeonato Paranaense passou a acontecer em um novo formato (1996), mas a equipe foi eliminada pelo forte Cascavel, que acabou vice-campeão. O ano será fechado com a participação da equipe adulta em mais uma competição, a Fase Final dos Jogos Abertos do Paraná (JAPs), no fim deste mês de novembro, em Cascavel.

Com os resultados obtidos e pelo bom desempenho dos atletas durante o ano, criou-se uma boa expectativa para 2014. “Logicamente, que para manter este trabalho junto a equipe, deveremos ter um orçamento pelo menos 40% maior do que tivemos este ano (como forma de atingir metas que estamos almejando – sendo a principal delas chegar entre os quatro finalistas da disputa estadual), e desde já estamos em busca de recursos estaduais e até mesmo federais, através de convênios governamentais, para que possamos fortalecer o lado financeiro para que tenhamos condições de investir bem e formar um grupo ainda mais forte do que este ano, buscando planejar e alcançar objetivos ainda maiores do que ocorreu este ano”, disse Abudi, destacando que o orçamento da equipe adulta neste ano foi de R$ 260 mil, sendo R$ 110 mil provenientes de recursos da Fundação de Esportes.

Muitas empresas que estiveram apoiando a ACMF este ano, já começam a renovar o vínculo, calcados pelo ótimo trabalho desenvolvido junto ao futsal este ano e principalmente a credibilidade, pela prestação de contas apresentada. “É importante apoiar o esporte, estar junto em ações que promovam o bem estar através deste segmento, gostamos muito do trabalho apresentado, dos resultados gerados, e principalmente, da diretoria apresentar os resultados dos recursos investidos”, declarou Davi Fávaro, da empresa A.J. Rorato, de Araruna, elogiando a organização e estrutura da dirigência da ACMF.

Investimento na Base

Em um projeto coordenado pelo professor Eberton de Souza, o Beto, 800 crianças mourãoenses, entre meninos e meninas, são beneficiados socialmente, através da ACMF, em parceria com o Município e a Fecam, com o aprendizado da modalidade futsal.

Em diversos bairros da cidade há núcleos, onde além da prática do esporte, os participantes, através dos monitores, podem receber diversos outros ensinamentos, sendo o mais importante deles, a cidadania. No final de semana foi realizado o “festival” do Projeto Campo Mourão Futsal, no Ginásio de Esportes Valternei de Oliveira, onde inclusive, além da participação no “torneio”, em si, todos puderam desfrutar de um agradável dia de atrações recreativas.

A prefeita Regina Dubay vê com bons olhos a iniciação esportiva com as crianças, jovens e adolescentes, e além do trabalho da equipe adulta durante o ano, também faz questão de ressaltar a importância do trabalho da ACMF também pelo fato da formação de atletas na base.

“Bem como em outras modalidades, que trabalham com a base em diversos pontos da cidade, também podemos ver hoje, com plena satisfação, tudo isto que é desenvolvido por este projeto do futsal mourãoense, e desta forma, ver meninos e meninas crescendo através do esporte, neste caso o futsal, é tudo o que nos motiva a fazer cada vez mais e mais enquanto gestor público”, afirma a prefeita.

Apoio

Quem também teve parcela fundamental para que tudo acontecesse em 2013, com este novo tempo no futsal mourãoense, foi o torcedor, que foi ao Ginásio do Lar Paraná, durante o ano, e prestou todo o seu apoio ao time da ACMF, denominado Lojas LM/Casali/Campo Mourão/Fecam.
Além dos jogos em Campo Mourão, por algumas vezes, como fez em Cascavel e Maringá, os torcedores colocaram o “pé na estrada” e foram até as distantes cidades levar todo o apoio a esta equipe mourãoense, que soube retribuir da melhor forma toda esta força vinda das arquibancadas. Inclusive uma torcida organizada, a “Torcida Jovem”, foi formada para levar incentivo aos atletas durante a temporada.

“No próximo ano estaremos novamente juntos com esta equipe, já estamos pensando diversas formas de poder levar este apoio condicional ao nosso time fora de quadra, e com toda a certeza esta parceria será cada vez mais forte, com toral apoio vindo das arquibancadas”, destaca Guilherme Dias, um dos torcedores componentes da Torcida Jovem.

(Assessoria)