16 janeiro 2014

Zang joga bem, Timão atropela Juventude e pega o Flamengo

Com mais uma boa exibição do zagueiro santa-helenense Felipe Zang, o Corinthians atropelou o Juventude e aplicou uma sonora goleada de 7 a 1. Zang teve novamente uma atuação destaque. O santa-helenense foi um verdadeiro xerife na zaga do Timão.

O ponto negativo da partida foi um pênalti cometido por Zang, resultando no único gol do Juventude na partida, mas o zagueiro se redimiu. Em um dos gols do jogo, Zang roubou a bola no meio de campo, avanço e deu um lindo lançamento para o gol de Malcon. Confira como foi o jogo lance a lance.

Um dos duelos das oitavas de final da Copa do São Paulo de Futebol Júnior colocará frente a frente os dois clubes com as maiores torcidas do Brasil. Depois de o Flamengo suar para eliminar o Mirassol, o Corinthians, em evolução, arrasou o Juventude por 7 a 1, na noite desta quarta-feira, no Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira, para marcar encontro com o Rubro-Negro.

A classificação foi encaminhada no primeiro tempo, quando o Timão fez 4 a 1 com Zé Paulo (duas vezes), Guilherme e Leandro – Dionas Bruno descontou também antes do intervalo. Na etapa final, Guilherme, mais uma vez, e Malcom, em dose dupla, fecharam a goleada alvinegra.

O massacre teve a assinatura dos três principais artilheiros corintianos na competição. Malcom lidera a lista, com quatro gols, seguido de perto por Zé Paulo e Leandro, com três. Eles contaram com a colaboração do goleiro Maurício, que falhou em três gols do Timão.

Contra o Flamengo, o Corinthians continua em Limeira, onde está invicto no torneio. Além do Juventude, venceu XV de Piracicaba e Inter de Limeira e empatou com o Remo. Data e horário ainda serão divulgados pela Federação Paulista de Futebol. A tendência é que o duelo entre Timão e Fla seja na sexta-feira. Quem avançar vai enfrentar, nas quartas de final, o vencedor do duelo entre Paraná e América-MG.

CORINTHIANS SOBRA NO PRIMEIRO TEMPO

Com a forte marcação do Juventude no início, com apenas um atacante de ofício, o Corinthians precisou apostar em chutes de longe. A estratégia deu certo e abriu caminho para a vitória alvinegra. Primeiro com Zé Paulo, aos 11 minutos. Da ponta esquerda, ele arriscou, a bola bateu no famoso "montinho artilheiro" e subiu o suficiente para atrapalhar o goleiro Maurício, que ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar a abertura do placar.

Na sequência, Maurício nada pôde fazer quando Guilherme roubou a bola na intermediária e soltou a bomba no ângulo direito. A vida do goleiro do Juventude não estava fácil. O Timão ainda acertou a trave com Malcom, aos 35, antes de ampliar a vantagem. Em nova jogada de Malcom, Maurício soltou a bola e dividiu com Leandro, que levou a melhor, com a ajuda de uma ajeitada na mão, e empurrou para o gol vazio.

Com 3 a 0 contra no placar, o Juventude tentou esboçar uma reação e marcou com Dionas Bruno, de pênalti, aos 4. O atacante sofreu a falta de Felipe Zang e bateu com categoria. Mas o Corinthians, voando, tratou logo de acabar com qualquer esperança gaúcha e liquidou a fatura ao fazer o quarto gol, com Zé Paulo, de cabeça, após cobrança de escanteio.

TREINO DE LUXO NO SEGUNDO TEMPO

Com o placar confortável, o Corinthians controlou as ações no segundo tempo, mas não quis saber de apenas administrar. O Timão continuou em cima. A insistência transformou a goleada em massacre. Aos 28, Guilherme fez o seu segundo gol e o quinto corintiano em lance individual. O chute saiu fraco, mas Maurício aceitou.

Quatro minutos depois, Malcom começou o seu show particular ao receber lançamento de Felipe Zang, invadir a área e tocar entre as pernas de Maurício. Malcom ainda teve tempo de se isolar na artilharia do Corinthians na Copinha. Aos 37, o atacante completou de cabeça cruzamento de Bryan da esquerda, fechando o passeio corintiano em Limeira.

Copinha - Guilherme comemora gol do Corinthians sobre o Juventude (Foto: Denny Cesare/Agência Estado)

(GE)