05 abril 2014

Chave Ouro: Três jogos movimentam o sábado

A Chave Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal terá três jogos neste sábado, dia 5. Na cidade de Cascavel, a ACF recebe as Lojas LM/Casali/Campo Mourão Fecam. Em Tibagi, o Keima/Operário Futsal busca a primeira vitória contra o Cresol Marreco. E em Umuarama, o Umuarama Futsal faz o clássico contra o Muffatão/Sol do Oriente/Cascavel Futsal. Todas as partidas estão marcadas para as 20h30.

Umuarama x Cascavel

No ginásio Amário Viera da Costa, Umuarama e Cascavel reeditam um dos principais clássicos do futsal paranaense. As equipes voltam a se encontrar depois do confronto na semifinal do Torneio dos Campeões, que também foi disputado em Umuarama. Na ocasião as equipes empataram em 4x4.

Na Chave Ouro, as duas equipes têm campanhas parecidas: três pontos, com uma vitória fora de casa e uma derrota em casa. Os umuaramenses vêm de vitória sobre o Marreco, em Francisco Beltrão, e estão confiantes para o jogo de sábado: “A vitória em Francisco Beltrão destaca bem a evolução da equipe umuaramense. Enfrentamos uma equipe forte, que estava invicta, com bons resultados, com o ginásio cheio e, mesmo assim, conseguimos imprimir nosso ritmo de jogo trazendo os três pontos na bagagem,” destacou o técnico Maneca.

O treinador umuaramense não terá desfalques, devendo usar a mesma formação do último jogo. Já do lado do Cascavel, o pivô Tiaguinho fica de fora e Wanderson, com dores nas costas, é dúvida.

Mesmo com os desfalques, o técnico Nei Victor, do Cascavel, acredita na vitória: “ É um clássico. Já perdemos um e agora temos de mostrar a nossa força. Tivemos uma boa semana de trabalho, mas precisamos de mostrar isso na quadra no sábado. O adversário é de muita qualidade, bem treinado, equipe de Liga, joga em casa. É nestes jogos que temos de ter caráter, jogar bem, respeitar o adversário, mas nunca temer e mostrar o que trabalhamos para podermos sair vencedores. Eu acredito no meu grupo,” pontuou.

ACF x Campo Mourão

No ginásio São Cristóvão, em Cascavel, ACF e Campo Mourão jogam em busca de reabilitação. As duas equipes ainda não venceram no estadual e precisam pontuar para não se distanciarem do G-10.

Se não bastasse a má fase da equipe cascavelense, a notícia de que o ex-presidente da ACF foi detido na Operação Mercúrio, da Polícia Federal de Cascavel, causou incertezas no clube. Na quinta-feira (3), Ademir Alves dos Santos assinou um documento, deixando a presidência. Apesar do clima ruim, o caso que levou Ademir, que é contador, à prisão nada tem a ver com a equipe de futsal, de acordo com as informações da Polícia.

O time de Campo Mourão, que nada tem a ver com a crise da ACF, tentará os três pontos. A equipe mourãense folgou na segunda rodada e, por isso, não joga há vinte dias. O tempo sem jogo serviu para que o técnico Márcio Rinaldo corrigisse os erros da equipe depois da derrota na estreia, contra o Guarapuava: “Treinamos muito forte nessas três semana que se passaram, corrigimos todos os erros que cometemos e vamos em busca de uma vitória. Respeitamos sim a ACF que tem jogadores de boa qualidade, mas precisamos desses três pontos e queremos ganhar,” afirmou o treinador.

Cada uma das equipes terá um desfalque. Do lado da ACF, Aladinho cumpre suspensão depois de levar cartão vermelho no jogo da segunda rodada. No time de Campo Mourão, o goleiro Babalu segue de fora, aguardando sua transferência internacional. Os ingressos custarão R$ 5,00.

Keima x Marreco

A cidade de Tibagi, há 97 Km de Ponta Grossa, receberá uma partida da Chave Ouro neste sábado. A escolha do Keima Operário Futsal pelo ginásio Quirão se deu na última segunda-feira, depois que o clube foi comunicado que não poderia treinar no, recém reformado, ginásio Oscar Pereira, onde o clube mandava seus jogos nas temporadas anteriores.

Com isso, a equipe ponta-grossense viajou para Tibagi na última quinta-feira para se adaptar melhor à quadra. Para a sequência da competição, o clube estuda mandar seus jogos no ginásio Sest/Senat, em Ponta Grossa, ou seguir em Tibagi. A decisão deverá sair nos próximos dias.

O Keima busca a primeira vitória e, para isso, contará com as estreias do goleiro Rafinha (ex-Quedas Futsal) e do ala Claudinho (ex-Ivaí). Por outro lado Carrapicho (com uma fratura no dedo do pé) e Júnior (expulso no jogo contra Ampére) ficam de fora.

Mas se depender do Marreco, a equipe de Ponta Grossa continuará sem pontos na Chave Ouro. O time do técnico Fabinho Gomes quer recuperar os pontos perdidos no último sábado, quando foi batido em casa pelo Umuarama Futsal, e repetir a boa apresentação da estreia, fora de casa, contra a Copagril. Ou seja, os beltronenses querem ser, mais uma vez, os visitantes indesejados da rodada. O técnico Fabinho Gomes não terá problemas de ordem disciplinar, devendo utilizar força máxima em Tibagi.



(Clique Esporte)