07 maio 2014

Chave Ouro: Todos ainda têm chances


Apesar da incrível arrancada da equipe do Poker/Guarapuava Garden Shopping/Óleo Leve, com seis vitórias em seis jogos na Chave Ouro (18 pontos), ainda não é possível afirmar com certeza qual equipe está mais próxima de conquistar o Troféu Jorge Kudri (que é conferido ao campeão da primeira fase) e nem quem está fora do páreo pela classificação para a segunda fase.

Isso porque a maior parte das equipes disputou apenas metade de seus jogos. Em alguns casos, como o da Copagril/Sempre Vida/MCR, os clubes fizeram bem menos que isso: os rondonenses por exemplo jogaram apenas três partidas e, como têm seis pontos, ainda podem chegar até 33, mesmo número de pontos que o Muffatão/Sol do Oriente/Cascavel Futsal, atual vice-líder da competição (15 pontos ganhos), pode alcançar. Além disso, em caso de empate entre estas duas equipes, quem levaria vantagem seria a Copagril, pelo confronto direto.

O único que poderia superar esta marca de pontos seria o Guarapuava, que pode chegar a 36. No entanto é importante lembrar que os guarapuavanos ainda têm pela frente confrontos diretos com Cascavel e Copagril, o que poderia reverte esta situação, à favor dos adversários.

Outra equipe que aparece muito bem na classificação, se considerarmos os pontos que ainda são possíveis, é o Ciagym Maringá, que pode chegar a 29. O time da Cidade Canção teria que torcer por tropeços dos adversários, mas se conseguir chegar próximo a esta marca, também se tornará um sério candidato ao título da primeira fase.

Na sequência, aparecem o Cresol Marreco (que pode chegar a 28 pontos), Umuarama (27), Ampére (27), Foz Cataratas (26), Keima/Operário (25) e Campo Mourão (25).

Apesar de estar na lanterna (sem pontuar até o momento) e com chances remotas de classificação, até mesmo a ACF tem chances promover uma grande virada na reta final da primeira fase. A equipe cascavelense pode chegar a 24 pontos, o que seria suficiente para garantir a classificação, além de uma boa colocação entre os 10 melhores. Já a São Lucas/Grupo Ivo, de Paranavaí, que só pode chegar a 22, terá que vencer os próximos adversários se quiser passar para a segunda fase.

A equipe com menores chances de classificação, considerando os pontos possíveis, é a AEC, de Clevelândia. Como ainda não pontuou e tem metade dos jogos à cumprir. A equipe do sudoeste poderia chegar somente a 18 pontos. Mesmo assim, a classificação ainda seria possível, se o clube conseguir a maioria destes pontos e contar com tropeços de adversários diretos.

Confira um gráfico com a classificação atual da Chave Ouro e da pontuação que as equipes ainda podem alcançar até o final da primeira fase: