03 junho 2014

Chave Ouro: Copagril e Guarapuava medem forças nesta terça

Nesta terça-feira (dia 3) o Campeonato Paranaense de Futsal, Chave Ouro, terá uma partida a ser realizada no ginásio Ney Braga, em Marechal Cândido Rondon. A Copagril/Sempre Vida/MCR recebe o Poker/Guarapuava Garden Shopping/Óleo Leve em jogo atrasado da quinta rodada. A partida inicias as 20h15, com transmissão ao vivo do site www.futsalnaweb.com.br e das rádios Cultura (Guarapuava), Cacique (Guarapuava) e Difusora (Marechal).

Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase, a partida em Marechal pode deixar a equipe guarapuavana bem perto do título do Troféu Jorge Kudri. O Poker lidera a competição com 23 pontos e uma vitória em Marechal, deixaria o clube há três pontos de garantir o primeiro lugar na primeira fase. Com isso, os guarapuavanos teriam a vantagem de decidir sempre em casa as partidas da fase de play-offs, além de ter isenção na taxa da anuidade para a Chave Ouro de 2015.

A Copagril, por outro lado, mantêm viva a chance de chegar ao título simbólico da primeira fase em caso de vitória, pois após jogo contra Guarapuava ainda terá mais dois jogos a cumprir. Além disso, o time rondonense quer se reabilitar depois da derrota para o Umuarama no sábado passado, retornar ao G-4 e garantir ao técnico PC de Oliveira, a primeira vitória em sua nova equipe.

Guarapuava definido

O técnico Baiano, do Guarapuava, não contará com o goleiro Danilo e o pivô Bruno Petry: os dois estão em fase final de recuperação de leões. Também ficam de fora Adeírton e Deivão, expulsos na rodada passada. André Maluko, com um torcicolo, virou dúvida. Assim, a equipe deverá ter os goleiros Ale Falcone e Nando, os fixos Vitor e PH, os alas Diego Fávero, Jamur, Biro, Felipinho, Alan, Giovanni, Simi Saiotti e Harry e o pivô Marquinhos. A última vaga ficará entre André (que será reavaliado) e Bisqui.

A delegação guarapuavana segue viagem para o oeste do estado às 11h40, da frente do ginásio Joaquim Prestes.

Guarapuava contra o estigma de 'freguês'

Copagril e Guarapuava têm um dos retrospectos mais desequilibrados do futsal paranaense. Apesar de serem consideradas duas das principais forças do estado, a diferença, na história do confronto, é muito grande. Desde que subiu para a Chave Ouro, em 2006, o time de Guarapuava venceu a Copagril apenas uma vez (foi em 2009, no ginásio Ney Braga). Quatro partidas terminaram empatadas e os rondonenses venceram em 11 oportunidades, entre Chave Ouro, Liga Futsal e Torneio dos Campeões. A Copagril marcou 36 gols no confronto, contra 16 do Guarapuava.

Confira o histórico dos jogos:

2006 - Copagril 1x1 Guarapuava (Chave Ouro)
2007 - Guarapuava 1x2 Copagril (Chave Ouro)
2008 - Guarapuava 0x2 Copagril (Chave Ouro)
2009 - Copagril 4x4 Guarapuava (Chave Ouro)
2009 - Copagril 2x3 Guarapuava (Chave Ouro)
2009 - Guarapuava 1x1 Copagril (Chave Ouro)
2010 - Guarapuava 0x4 Copagril (Chave Ouro)
2011 - Copagril 2x1 Guarapuava (Chave Ouro)
2011 - Guarapuava 2x3 Copagril (Chave Ouro)
2012 - Copagril 1x0 Guarapuava (Chave Ouro)
2012 - Guarapuava 1x3 Copagril (Chave Ouro)
2013 - Copagril 2x1 Guarapuava (Chave Ouro)
2013 - Copagril 4x0 Guarapuava (Liga Futsal)
2013 - Copagril 0x0 Guarapuava (Liga Futsal)
2013 - Guarapuava 1x2 Copagril (Liga Futsal)
2014 - Copagril 3x0 Guarapuava (Torneio dos Campeões)



(Márcio Nei)