23 dezembro 2014

Retrospectiva 2014: Incas, favorito que não correspondeu

O Incas começou 2014 com novidades. Firmou parceria com o bloco carnavalesco Bundalelê para disputar o amador deste ano. A idéia era excelente, mais investimentos e consequentemente um time mais forte, seriam fundamentais para buscar o título. Os investimentos e as peças renomadas do futebol santa-helenense vieram, mas o que faltou foi futebol. A equipe sequer conseguiu a classificação para as semifinais e fez uma campanha muito irregular.

O ataque do então Incas/Bundalelê era considerado o melhor da competição. Nomes como Tido, que foi artilheiro em 2013, Zino, Douglinhas e Ronaldinho estavam fechados com o clube. Além desses, atletas como o zagueiro Maicon Wamms e Jho Boni, os volantes Cristiano, Polaco e o experiente Everaldo e ainda o meia Cristians formavam um time que no papel era excelente.

No banco de reservas também tinha um dos melhores e mais vencedores técnicos de Santa Helena, Rosinaldo Mateus, o Dade.  Tudo isso não deu certo. Há a expectativa de que a parceria continue em 2015, mas certamente o planejamento será outro para conseguir ter resultados melhores.

Mas nem tudo foi ruim para os lados do Beira Lago. O Incas também mostrou uma equipe muito competitiva na categoria sub-21 e revelou um dos melhores atacantes de Santa Helena hoje, o centroavante Claudemir, o Negão. Além dele, outros jogadores se destacaram, os meias Nenê e Dudu e o goleiro Sapinho. A equipe terminou o amador na terceira colocação, mas com o título de artilheiro indo para Negão.

0 comentários:

Postar um comentário