02 setembro 2021

Retorno do público será avaliado pela FPFS; Duelo entre Santa Helena e Guaíra poderá ter torcida

A Federação Paranaense de Futsal (FPFS) irá avaliar o retorno gradual do público em partidas oficiais de todos os eventos organizados pela entidade. A volta da torcida é um passo importantíssimo na busca pela normalidade e será dentro dos protocolos sanitários e respeitando, principalmente, a capacidade dos espaços esportivos. Em conversa com o site SHEsportes, o superintendente da FPFS, Luiz Henrique Antonievicz afirmou que as equipes que disputam as competições oficiais da FPFS enviarão os decretos municipais e só então haverá uma avaliação.

- A Federação vai avaliar os decretos municipais que estiverem possibilitando a presença de torcida nos ginásios. O clube deve enviar o decreto em vigência no município com a autorização de percentual de torcida, juntamente com um ofício da vigilância sanitária, se comprometendo a fazer a fiscalização e seguir os protocolos para essa volta do público. E a partir dessa documentação a Federação vai avaliar, caso a caso, e liberar ou não, a torcida. Essa é a ideia. Não será feito a liberação para todos. Sabemos que tem municípios que seguem o decreto estadual que não permite a presença de público em eventos esportivos, disse Luiz. 

A informação do retorno do público aos ginásios foi repassada pelo técnico do Santa Helena Futsal, Cristiano Cidrão, nesta manhã de quinta-feira (02), para Jackson Bueno, do site Portal Terra das Águas. Segundo ele, o confronto entre Santa Helena e Guaíra, dia 18 de setembro, já teria presença de torcida no Ginásio do Bairro Vila Rica. 

O decreto que vigora em Santa Helena ainda não libera a presença de público. Para que a torcida esteja presente no duelo do dia 18 de setembro, a Comissão de Enfrentamento do COVID deverá elaborar um novo decreto com um plano de retorno gradual do público. E isso pode acontecer nos próximos dias. Depois disso, os documentos serão encaminhados a FPFS para avaliação e só então haver o sinal positivo ou não para o retorno.

0 comments:

Postar um comentário