10 agosto 2013

GUIA: São Clemente x São Luis - Confira o raio-x entre as equipes

O maior campeonato do município vem se afunilando. São somente mais quatro domingos para sabermos os grandes campeões. Domingo, dia 11, acontecerão os jogos de ida das semifinais, onde, pelo Sub-21, o Nacional recebe o Incas e o São Clemente encara o São Luis em Vila Celeste.

Para aquecer ainda mais os jogos, o SHEsportes disponibiliza o Guia das Semifinais, contando a campanha, o ponto forte, o destaque e o jogador que deve ser marcado de perto pela defesa rival de cada equipe. Confira o duelo entre São Clemente x São Luis.

São Clemente

No estilo mineiro, o São Clemente chegou mais uma vez. Vice em 2012, o time pra lá da pedreira vem ainda mais forte para levar o caneco desse ano. Mantendo a base vice-campeã, enfrentam o São Luis na luta pela vaga na final. O toque de bola qualificado é uma marca, a defesa não vacila, e, o que já era bom ficou melhor, com o reforço Sidnei Rech, vindo de duas temporadas pelo Nacional.

Campanha: 7 partidas, 12 pontos somados, 3 vitorias, 3 empates e 1 derrota. 11 gols marcados e 6 sofridos.

Prévia: Na primeira fase, o São Clemente buscou o empate fora de casa contra o São Luis, zero a zero, na primeira rodada da competição.

Provável escalação: o técnico Fernando Zolin escala o time no 4-4-2 com Bode, Mano, Jackson, Zina e André. Rech, Cristian, Jean e Lucas Back. Marcos Gross e Bundinha.

Ponto forte: O entrosamento. Sem duvidas, o que pode fazer a diferença nessa reta final é o toque de bola da equipe. Bem treinados e orientados por Fernando e Jho, o time parece jogar junto a décadas, o meio com Lucas Back e André, apoiados nos volantes Rech e Cristian irritam os adversários com toques e jogadas rápidas. Se o titulo não vier, não da pra se negar que o futebol dos meninos é muito bem jogado.

Destaque: com segurança e grandes defesas, o polemico Carlos Palm, o Bode, vem ganhando destaque nos jogos do São Clemente. A classificação Azul e Branca se deve muito ao guarda redes, que salvou o time várias vezes. Todos esperam que a boa fase do arqueiro siga até a conquista do titulo, onde quem quiser estragar a festa terá que passar por esse grande goleiro.

Fique de olho: Marcos Gross, o artilheiro da equipe, com 5 tentos é a maior esperança de gols. Com uma perna esquerda perigosa e oportunismo, Marcos vem ganhando destaque na competição, sendo o terceiro que mais balançou o barbante. Todo o elenco, assim como a comissão técnica e a torcida apostam sua fichas no atacante, que não costuma titubear em decisões e a zaga rival terá trabalho, pelo menos, pelos próximos dois domingos.

O que eles disseram: “Não perdemos pra nenhuma das três equipes classificadas para as semifinais, e acredito que isso seja um ponto positivo para nós. O time vem se encaixando, começou mal mas depois se reabilitou pois foram feitas substituições de jogadores e mudança na forma de jogar, tornando mais ofensivo. O jogo com certeza será difícil, mas acredito na vitória”, comentou o auxiliar técnico do São Clemente Jho Boni.

São Luis

A sensação do Municipal chega confiante e pretende continuar dando trabalho aos postulantes ao titulo, especialmente domingo, contra o São Clemente, em Vila Celeste.
A classificação veio com méritos e não pode ser discutida, assim como o bom futebol apresentado pela equipe. Esperança de bons jogos entre os “Sãos” do amador.

Campanha: 7 jogos, 16 pontos, 5 vitorias, 1 empate e 1 derrota. 13 gols marcados e 8 sofridos.

Prévia: Na primeira rodada, o São Luis recebeu o São Clemente e ficou no zero a zero, mostrando o equilíbrio das equipes e que o confronto.

Escalação provável: o técnico Luis Fernando vem no 4-4-2 e conta com só uma duvida no ataque. Fleck. Beto, Santin, Paulo Thomaz e Carlinhos “Nego”. Silvio, João Lucas, Tiago Vieira e Sky. Fernando (ou Andy) e Vagner Grade

Ponto forte: O meio campo. A sensação do municipal deve-se muito ao seu “quadrado mágico”. Com Silvio Vargas e João Lucas na cabeça de área, juntamente com os meias Tiago Vieira e Sky, o quarteto vem fazendo a diferença nos jogos da equipe. Muita qualidade aliada a vontade sãos os segredos do sucesso.

Destaque: João Lucas. Um dos melhores jogadores do campeonato, o volante tem sido muito importante na campanha do São Luis. Alto e bom na bola aérea, o gigante não se limita só a isso, possui um passe muito qualificado e finaliza com precisão. É uma das feras do município.

Fique de olho: Jefferson de Sousa Leal, o Sky. Com dribles desconcertantes e objetividade, Sky deve ser vigiado de muito perto pela defesa rival. Ser um dos jogadores mais perseguidos da competição não intimida o craque, que mesmo sofrendo com muitas faltas, consegue desequilibrar qualquer partida em um minuto de desatenção.

O que eles disseram: “Espero sair com a vitória, estamos bem entrosados e vamos com tudo pra cima deles, com respeito e humildade. O campeonato, para nós terá duas finais, e domingo é uma delas”, afirmou Tiago Vieira, meia do São Luis.