09 janeiro 2014

Com direito a gol de Zang, Corinthians vence a primeira na Copa SP

Corinthians Sub-20 Corinthians Copa São Paulo (Foto: Rodrigo Coca /Ag. Corinthians)
Rodrigo Coca /Ag. Corinthians
Se ainda não empolgou a exigente torcida, o Corinthians mostrou que está vivo na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com gols de Leandro e Felipe Zang, o Timão venceu o XV de Piracicaba nesta quarta-feira à noite por 2 a 1, no Limeirão, e chega à última rodada da primeira fase com chances de se classificar como líder do Grupo K (Juliano marcou para o time do interior nos acréscimos). Para que isso aconteça, basta vencer a Inter de Limeira no domingo por um placar superior ao do Remo, atual líder da chave e que encerra a etapa de classificação contra o XV. Todas as partidas acontecem no Estádio Major Levy Sobrinho.

A chave chega como uma das mais emboladas da Copinha. Remo e Corinthians estão na ponta do grupo, com quatro pontos cada – o Remo leva uma pequena vantagem por ter dois gols de saldo, o que lhe deixa na liderança por ora. Inter de Limeira e XV de Piracicaba vêm a seguir, com um ponto – conquistado no empate entre ambos, na abertura da competição.

Tais resultados abrem a possibilidade de haver um empate geral de pontos e critérios de desempates entre os quatro concorrentes após a rodada de domingo. O Remo tem que vencer o XV de Piracicaba às 17h. Já o Corinthians precisa de uma vitória superior a dos paraenses na partida seguinte, às 19h, contra a Inter de Limeira. Os clubes do interior de São Paulo precisam vencer de qualquer forma e descontar o saldo negativo.

Vale lembrar que Remo e Corinthians podem se classificar juntos para a fase final da competição. Se os dois times ganharem, alcançam sete pontos. Quem ficar em segundo lugar tem chances de avançar como um dos melhores segundos colocados.

Muita correria, acertos raros

XV e Corinthians protagonizaram um típico jogo de equipes ainda verdes para o futebol. Ansiosos por um resultado positivo, já que a primeira rodada não foi das melhores, os dois elencos erraram muito mais do que acertaram em Limeira. E muito por causa de afobação, que impediu o domínio preciso pouco antes da finalização ou a melhor escolha na hora de finalizar.

Mesmo com tais problemas, a partida teve destaque pelo excesso de vontade dos atletas, que não desistiam de nenhuma jogada. O Corinthians, ofensivo por natureza graças ao esquema com três atacantes, chamou a responsabilidade de ditar o ritmo do jogo, mas criou apenas uma chance de perigo: Leandro bateu rasteiro e parou em defesa de Edielso.

Do outro lado, o XV de Piracicaba buscou mais jogadas em velocidade. Maycon, principal peça ofensiva, tentou arrancadas pelas laterais, mas sem sucesso. O Nhô Quim chegou com qualidade duas vezes. Uma com Jhonatan, que passou por três marcadores e parou em defesa de Henrique, e outra com Bruninho, em chute sobre o gol.

Colombiano põe gás após o intervalo

Os erros diminuíram no segundo tempo. Osmar Loss apostou no colombiano Brayan, descoberto pelo ex-volante Freddy Rincón, e ganhou velocidade e disposição no ataque. Tais características ficaram evidentes nas duas vezes em que o gringo pegou na bola. Na primeira, ele chegou à linha de fundo, mas Leandro não conseguiu finalizar. A confiança era tanta que a dupla repetiu a jogada e abriu o placar. Após cruzamento da direita, Leandro estufou a rede e tranquilizou a torcida corintiana presente ao Limeirão.

O resultado aumentou a velocidade da partida, graças ao XV de Piracicaba. Odair Patriarca fez as três modificações permitidas, mas não mudou a cara da equipe. Por isso, o Nhô Quim pouco atacou. Quando foi ao campo ofensivo, porém, criou perigo, como no chute cruzado de Danilo, bem defendido por Henrique para escanteio.

Do outro lado, o Corinthians apenas esperou a oportunidade de contra-atacar. A chance não surgiu, o que forçou o Timão a se adaptar. Em finalizações de longa distância, como na de Ayrton, a equipe de Osmar Loss impôs respeito. Mas foi na bola parada, com cabeçada de Felipe Zang, que o time definiu a importante vitória em Limeira.Juliano, em falha da defesa corintiana, ainda descontou para o XV, o que atrapalhou os planos de liderança do time da capital. Se ainda não tem a confiança da torcida como em outros anos, a base corintiana venceu. E está viva na Copa São Paulo.

Confira o gol do santa-helenense Felipe Zang:


(GE)