18 abril 2014

Santa Helena começa bem, mas se perde e é derrotada

A seleção santa-helenense de futsal perdeu mais um partida no Troféu Difusora/Copagril de Futsal. O jogo aconteceu no Ginásio Municipal de Esportes de Ouro Verde do Oeste.A equipe começou bem, mas se abateu na segunda etapa e foi derrotada por Pato Bragado por 3x1. Agora, Santa Helena soma três jogos, duas derrotas (Nova Santa Rosa e Pato Bragado) e uma vitória em cima de São José das Palmeiras.

O jogo

Santa Helena começou bem o duelo. O técnico Andrei Draguetti mandou para a quadra o goleiro Diego, o fixo Neguinho, os alas Adautinho e Rechinho e o pivô Fritz. O confronto marcou também a estréia do novo pivô da seleção, Cristhians. O jogo começou a todo vapor, com a equipe do município em cima tentando abrir o placar.

O marcador não demorou a ser inaugurado. Neguinho recebeu a bola pela esquerda, limpou o goleiro e chutou com o gol aberto, o atleta de Pato Bragado ainda tentou cortar, mas a redonda morreu no fundo as redes, 1x0 e Santa Helena mandando no jogo. As chances continuaram aparecendo, mas eram desperdiçadas.

Enquanto na frente não faziam, na defesa eram só apuros. Pato Bragado apostava nos chutes, mas a pontaria não estava afiada. Quando a bola não era travada por algum atleta de Santa Helena, esbarrava no goleiro Diego. Mas como diz o ditado “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” e furou.

O gol de empate apareceu. O chute saiu de longe, Diego foi espalmar e pegou o efeito contrário, no rebote a bola foi rolada para o meio e só tiveram o trabalho de empurrar para o gol aberto, 1x1. E as coisas só pioraram. O ala Adautinho, que era dúvida para a partida, sentiu novamente a contusão na coxa esquerda e deixou a quadra.

O primeiro tempo chegou ao fim com grande cobrança dos próprios atletas santa-helenenses sobre uma mudança de postura em quadra. No segundo tempo as coisas só pioraram. Santa Helena estava apática.

Com a equipe irreconhecível, a virada não demorou a sair. Em uma falta pela esquerda, o adversário enfiou um bico. A barreira abriu e a bola passou em meio aos dois atletas santa-helenenses, parando no fundo das redes, 2x1. O terceiro gol aconteceu logo em seguida. Em uma jogada de escanteio, a defesa de Santa Helena ficou assistindo, a bola foi rolada e o atleta de Pato Bragado chegou chutando, marcando mais um, 3x1.

Santa Helena buscava diminuir, mas sem sucesso. Um dos poucos que tentava algo diferente, o pivô Fritz, parava na defesa. O tempo foi passando e em um último suspiro foi colocado goleiro-linha. Fritz foi para a posição. O toque de bola não saía com velocidade e não tinha jeito do gol aparecer.

O tempo foi passado e Santa Helena se entregando. O resultado ficou em 3x1 para Pato Bragado e um gostinho, igual ao jogo contra Nova Santa Rosa, de que a vitória era possível ficou no ar mais uma vez. Os adversários eram tecnicamente inferiores, mas isso não quer dizer nada e mais uma vez a noite desta quinta-feira foi prova disso.