05 junho 2014

Chave Ouro: Ciagym goleia o Marreco e volta ao G-4

Nesta quarta-feira (dia 4) a equipe do Ciagym Maringá venceu o Cresol/Marreco Futsal pelo placar de 4x1 no ginásio Chico Neto, na Cidade Canção. A partida abriu a 11ª rodada da Chave Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal e recolocou o Ciagym entre os quatro melhores da competição, com 20 pontos. Time de Maringá superou o próprio Marreco, que agora está em 5º, também com 20 pontos, mas com a desvantagem no critério do confronto direto.

O jogo

A partida começou equilibrada, com as duas equipes criando boas chances de ataque. Quem aproveitou melhor as oportunidades criadas no primeiro tempo foi o Ciagym, que abriu o marcador com um belo gol do ala Lambari. No começo do segundo tempo, Maringá ampliou, após roubada de bola e conclusão de Rangel. Na sequência, Lambari marcou mais um gol e ampliou para 3x0.

Na metade da segunda etapa, a arbitragem expulsou o ala Pábrio, do Marreco. Depois de passados os dois minutos de punição, o Marreco foi para o goleiro-linha e diminuiu o placar para 3x1. Mas apesar de ter ficado mas ofensivo, o time de Beltrão também ficou mais frágil na defesa, com a meta desprotegida. Rangel aproveitou este fator e marcou seu segundo gol na noite e fechou o placar em 4x1.

Dificuldades financeiras

Apesar da boa vitória, o técnico Adolpho Amorim confirmou, em entrevista à Rádio Onda Sul, que a situação financeira do clube é dramática. Para o treinador, o Ciagym vive o pior momento de sua história fora das quadras. Entre os principais motivos estão saídas de patrocinadores e reduções de repasses de verba por parte do poder municipal. As principais consequências deste mau momento financeiro foram a saída de atletas e a perda da vaga na Liga Futsal.

O técnico fez questão de enaltecer o profissionalismo de seus atletas que, mesmo com salários atrasados, estão demonstrando muito aplicação nos jogos do estadual.

Marreco vê objetivo complicado

A derrota em Maringá deixou o time do Marreco preocupado em relação ao objetivo traçado para a primeira fase, de terminar entre os quatro primeiros colocados da Chave Ouro. Como só tem mais um jogo, em casa, contra o São Lucas, o time de Francisco Beltrão terá que torcer por outros resultados para terminar a primeira fase dentro do G-4.



(Clique Esporte)