22 julho 2014

Liga Futsal: Guarapuava empata com Brasil Kirin em Paulínia

Na noite desta segunda-feira (dia 21), o Poker/Guarapuava Garden Shopping/Óleo Leve foi até a cidade de Paulínia, interior do estado de São Paulo, para encarar o Brasil Kirin, da cidade de Sorocaba. O público presente no ginásio Agostinho Favaro (João Aranha) pode acompanhar um jogo de alto nível, cheio de alternativas e emoção, só definido nos últimos segundos. Depois do apito final, prevaleceu o equilíbrio no placar: 2x2.

A grande ausência foi a do ala Falcão que, com um entorse, ficou de for da partida. Mesmo assim, o Sorocaba pode colocar em quadra a maioria de seu elenco de 'selecionáveis', apontados por muitos como um dos favoritos ao título deste ano.

Com o empate no interior paulista, o Guarapuava soma dois pontos na classificação, depois de disputar dois jogos fora de casa. O time de Sorocaba tem a mesma pontuação dos guarapuavanos e o também mesmo número de jogos.

O jogo

Apesar de não ser o mandante, quem começou mais ofensivo foi a equipe de Guarapuava, com boas chances de Marquinhos e Adeírton. Mas, aos poucos, o Brasil Kirin foi equilibrando o jogo e também criando jogadas de perigo. O ala Rafa mandou na trave e assustou o goleiro Ale Falcone.

O jogo era franco, com chances dos dois lados. André Maluko teve a chance de abrir o placar para Guarapuava. Do lado do time de Sorocaba, Rodrigo cabeceou com perigo, mas a bola foi para fora.

Com o passar do tempo, o goleiro Tiago ia jogando cada vez mais adiantado, empurrando o Poker para sua quadra de defesa. Com isso os paulistas passaram a dominar as ações, com chutes perigosos de Rodrigo e com uma boa chegada de Felipe Melo.

Mas quando parecia que o Brasil Kirin chegaria primeiro ao gol, foi que o time de Guarapauva abriu o placar. Simi Saiotti acertou o ângulo de Tiago para fazer 1x0. Na sequência, o segundo gol quase saiu: Deivão acertou a trave da equipe paulista.

Nos últimos minutos do primeiro tempo, o time sorocabano aumentou a pressão com Bruno Souza. No contra-ataque, foi a vez de Biro quase marcar para Guarapuava. O ala emendou de primeira e a bola passou perto na última jogada de perigo da primeira etapa.

No segundo tempo, o Sorocaba voltou determinado a buscar o resultado, fazendo valer o mando de quadra, mesmo jogado fora de sua cidade-sede. O Brasil Kirin pressionava bastante, mas o Poker se defendia bem em boa parte do tempo complementar. As jogadas iam saindo dois dois lados: Xuxa era o jogador mais perigoso do lado dos paulistas e André Maluko teve grande chance quase marcando seu gol com o goleiro Tiago adiantado.

O jogo ficou eletrizante no final, com um verdadeiro ‘toma lá da cá’, com muitas chances desperdiçadas por ambos os ataques e grande atuação dos goleiros.

Goleiros-linha funcionam dos dois lados

Rodrigo entrou como goleiro linha do time de Sorocaba e, com vantagem numérica no ataque, o Brasil Kirin empatou o jogo com Ricardinho. Mas, com o mesmo artifício, Guarapuava voltou a ficar na frente do placar. Utilizando Marquinhos como goleiro-linha, Biro fez boa jogada e encontrou Bruno Petry livre para anotar o seu tento: 2x1.

Nos segundos finais, Sorocaba retornou com Rodrigo no goleiro-linha e, faltando 33 segundos para o apito final, o fixo acertou sua característica ‘bomba’, para vencer Ale Falcone e deixar o placar empatado em 2x2.

Semana do Guarapuava ainda terá Paranaense e estreia em casa na Liga. 

Depois do empate com um dos times favoritos na Liga Futsal deste ano, o Guarapuava retorna para casa, mas na quinta-feira (24) volta a viajar, desta vez para Marechal Cândido Rondon (região oeste do Paraná), onde encara a Copagril, pelo Campeonato Paranaense de Futsal.

No sábado (dia 26), o Poker volta a jogar em casa, no Joaquinzão, contra mais uma equipe apontada como uma das favoritas: a Intelli/Orlândia-SP, atual bi-campeã da Liga Futsal. os ingressos já estão sendo comercializados



(Clique Esporte)

0 comments:

Postar um comentário