29 novembro 2014

Copa Colônia: EL Soldas joga bem, mas perde nas penalidades e Raimundi está na decisão

Não deu para o EL Soldas/Carlinhos Auto Peças/MBM Calçados. Mesmo jogando bem, empatando no tempo normal e levando a partida para os pênaltis, a equipe santa-helenense foi derrotada pela Metalúrgica Raimundi, que avançou para a grande final da Copa Colônia/Jaclani Esportes/Rádio Grande Lago de Futsal. O duelo foi digno de semifinal. No tempo normal as equipes empataram em 2x2 e nas penalidades, o time de São Miguel do Iguaçu venceu por 5x4.

O jogo

EL Soldas começou o jogo como se esperava: fechado atrás e apostando nos contra-ataques. Com o Ginásio João Alcindo Terol de Sub-Sede lotado, a Metalúrgica Raimundi, umas das melhores equipes da região Oeste não se intimidou e foi logo marcando com o camisa 7 Fernandinho. A bola foi rolada do escanteio e Fernandinho chegou batendo seco no canto do goleiro Gustavo Sapo, 1x0.

A equipe santa-helenense não se encontrava na partida e as chances que apareciam não eram convertidas em gol. Em uma delas, a mais clara para o EL Soldas no primeiro tempo foi uma tabela entre Espingarda e João Lucas. João tocou para Espingarda, que sozinho com o goleiro, tentou devolver para pivô e tocou mal, desperdiçando a oportunidade de igualar o marcador. O primeiro tempo terminou em 1x0 para São Miguel do Iguaçu.

No segundo tempo EL Soldas foi para tentar igualar o marcador e deixou aberta a defesa. Raimundi apostava nos contra ataques e deixou de matar o jogo duas vezes. E duas vezes Fernandinho. Na primeira a bola foi chutava cruzada e o camisa 7, sozinho, à meio metro do gol, pegou mal e chutou fora. A segunda chance, não tão clara como a anterior, Fenrnadinho furou em bola.

A EL Soldas respondeu na mesma moeda: perdendo gol. Sapinho lançou e João Tormes dominou livre, cara a cara com o goleiro e desperdiçou. Mas o pivô santa-helenense se redimiu na sequência e empatou o duelo. Tormes fez linda jogada, limpou dois marcadores com um corte seco e chutou mascado. A trajetória da bola enganou todo mundo e entrou chorando, 1x1.

Mas não deu tempo para comemorar. Em uma cobrança de escanteio, a defesa da equipe santa-helenense ficou parada, a bola foi rolada para o meio da área, o camisa 8 Jean so escorou no segundo poste e Tiago só teve o trabalho de cutucar para o fundo das redes. Era o segundo gol da Metalúrgica Raimundi, 2x1.

Restando 5 minutos para o fim, Gustavo Sapo foi jogar de goleiro linha. A boa defesa da equipe de São Miguel do Iguaçu para as jogadas do EL Soldas. Restando 3 minutos e 30 segundo para o fim do segundo tempo, os santa-helenenses empataram. João Tormes dominou e tocou para o ala Espingarda, que deu um tapa no canto direito do goleiro, fazendo a torcida delirar no João Alcindo e levando a decisão para as penalidades, 2x2.

Nas cobranças diretas o EL Soldas começou batendo. Logo na primeira cobrança, o ala Cacalo perdeu e deixou os santa-helenenses em desvantagem. A equipe da Metalúrgica Raimundi converteu todos seus 5 pênaltis e avançou para a grande final da Copa Colônia/Jaclani Esportes/Rádio Grande Lago de Futsal. Na final, a equipe de São Miguel do Iguaçu vai encara a seleção santa-helenense de futsal que venceu de forma épica o Fluminente de Medianeira.

Confira a disputa por pênaltis:
























0 comments:

Postar um comentário