13 julho 2022

Título, pódios e perda do pai: Luís Szczuk avalia início de trabalho no voleibol de Santa Helena

Quatro meses e um misto de emoções. Assim é resumido o início de trabalho de Luís Szczuk à frente das equipes de voleibol de Santa Helena. O profissional assumiu, em abril, o posto deixado por Fábio Barp, inclusive por indicação do próprio Fábio. E um turbilhão de coisas aconteceram nesses 120 dias. Desportivamente falando foram vários pódios, títulos e um início de trabalho promissor. Mas Luís também teve que lidar com uma perda irreparável. João Szczuk, acabou falecendo em um trágico acidente. Apesar da dor, Luís não desistiu de seguir com um sonho: o voleibol. 

Natural de Pato Bragado, Luís chegou em Santa Helena com a experiência de fazer parte da comissão técnica das fortes equipes do Colégio Martin Luther, de Marechal Cândido Rondon. Quando recebeu o convite para comandar o voleibol santa-helenense, atuava como personal trainer e não pensou duas vezes em apostar tudo na carreira de técnico. Como a identificação pela modalidade sempre foi muito forte, Luís agarrou a chance de treinar a sua própria equipe pela primeira vez. 

Quando o profissional chegou em Santa Helena, no começo de abril, faltavam pouco mais de vinte dias para a primeira competição a ser disputada pela AsaVôlei. Foi preciso correr contra o tempo para ajustar a equipe, passar suas instruções e preparar os atletas para os campeonatos que viriam. 

Chegada a semana da primeira competição oficial, Luis passou por um momento extremamente delicado: três dias antes da viagem para os Jogos Escolares do Paraná (JEPs), seu pai João Szczuk, se envolveu em um trágico acidente e acabou não resistindo. Mesmo com esse turbilhão de emoções, juntou forças, que segundo ele vieram de todos os atletas, integrantes da AsaVôlei e Secretaria de Esportes e Lazer (SMEL) para seguir e encarar os desafios.

A persistência e força de Luis logo teriam suas recompensas. Na primeira competição, os Jogos Escolares, ele conseguiu a primeira medalha como técnico e foi logo a de ouro, com o time Masculino A, um feito que há muito tempo não acontecia.

E os resultados continuaram aparecendo. Mesmo em tão pouco tempo, Szczuk conquistou pódio em todas as competições que participou, inclusive na fase regional dos Jogos da Juventude, com a medalha de prata no feminino.

Na mais recente, os Jogos Abertos (JAPS), a AsaVôlei se classificou para as semifinais nas duas categorias, mantendo um excelente nível de aproveitamento. Nos JAPS as equipes voltam a jogar no dia 23 de julho, em Toledo. Nesta semana, o masculino sub-17 está disputando o campeonato estadual B da categoria, em Umuruama. 

Luis demonstrou seu agradecimento à Fábio Barp, que o indicou para o cargo após deixar Santa Helena: “Quero agradecer ao professor Fábio Barp que me indicou para o ASAVÔLEI e dizer que estamos conseguindo manter o alto nível das equipes e o nome de Santa Helena bem representado na região e no estado”.









0 comments:

Postar um comentário